sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Ampliação da sede do CEPRO




Prezados(as) Amigos(as) do CEPRO

Nas últimas duas semanas o nosso CEPRO - Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras - realizou uma reforma de ampliação na sua sede. O que resultou que poderemos atender e desenvolver melhor o trabalho em nossa comunidade. Para celebrar este momento , convidamos você para compartilharmos nossa alegria por esta conquista.


Direção do CEPRO


Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora - Rio das Ostras
Tel.: 2760-6238


quarta-feira, 22 de outubro de 2008


18 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA

Dezoito anos já se passaram e, mais do que nunca, ainda precisamos conhecer a Lei 8.069/90 que instituiu o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O Estatuto é instrumento fundamental para que todos nós nos dediquemos à defesa e ao atendimento aos direitos de crianças e adolescentes.
Os direitos da criança e do adolescente só se estabelecerão concretamente com o exercício cotidiano desta lei, pelos mais amplos segmentos sociais.
Estamos conscientes de que o compromisso com o ECA é de extrema necessidade, para que suas premissas sejam implementadas em nossa cidade.
Superar as dificuldades e a descrença é a nossa tarefa para que as crianças riostrenses possam, efetivamente, tornarem-se sujeitos do seu próprio destino, como preconiza a lei.

No dia 10 de outubro, o CEPRO participou da audiência pública sobre a Criação do Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo.
Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras - CEPRO
Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora - Rio das Ostras
Tel.: 2760-6238
email: cepro.rj@gmail.com
site: cepro-rj.blogspot.com

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Feliz Dia dos Professores




Profissional da Educação Valorizado.
Um investimento na Qualidade da Educação.

Dia 15 de outubro – Dia da Educação! Vivemos um momento muito fecundo de reflexões, tendo como objetivo possibilitar uma multiplicidade de resultados para que a educação avance mais quantitativa e qualitativamente. Definindo os rumos da educação pública no Brasil, para torná-la prioridade dentre as políticas públicas dos governos federal, estadual e municipal
Neste sentido, reafirmamos que algumas mudanças são fundamentais para a efetivação desta melhoria de qualidade na educação.
Destacamos a Formação dos Trabalhadores em educação, entendida na perspectiva social e posta no nível de política pública, deve ser tratada como direito, superando o estágio das iniciativas individuais para aperfeiçoamento próprio. Conjuntamente com a carreira e a jornada de trabalho e a remuneração. Elementos indispensáveis à implementação de uma política de valorização profissional.
A formação deve ser pensada como processo inicial e continuado e definida como direito dos profissionais da educação e dever do Estado, garantindo as condições para esse processo formativo, principalmente, dentro de sua carga horária de trabalho conforme prevê a LDBEN.
Um outro ponto que compõem é o PSPN (Piso Salarial Profissional Nacional), que agora é lei e precisa ser cumprido.
No entanto, outras conquistas são necessárias para a composição deste cenário, permeando assim um processo de valorização profissional: a realização de concurso público, a regulamentação da carreira, prevendo-se jornada do(a) professor(a) e o regime jurídico único.
Infelizmente, as políticas educacionais pouco avançaram no sentido da construção da educação classista, pública, inclusiva, gratuita, democrática e de qualidade social.
A construção de um novo modelo de desenvolvimento para o nosso país passa pela concepção de educação e pelo projeto educacional que se quer implementar.
O enfrentamento conseqüente dos problemas educacionais deve criar as condições necessárias para as transformações que resultem em novas políticas e na materialização das medidas fundamentais para a superação da herança herdada ao longo de muitos últimos anos.
Devemos ter como eixo central o atendimento aos direitos sociais – universalizar a educação em todos níveis e modalidades. Esse desafio requer a priorização da educação nos planos de governo e o aumento das verbas para educação.
A concepção de uma escola unitária, onde o ser humano é concebido como ser ativo, crítico, construtor de sua própria cultura, da história e da sociedade em que vive.
Portanto, é imprescindível seu acesso a uma escola que, além de formação ampla, desenvolva valores e atributos inerentes à cidadania.

Parabéns!
Presidente do CEPRO
Especialista em Educação e Historiadora


Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras - CEPRO
Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora - Rio das Ostras
Tel.: 2760-6238
email: cepro.rj@gmail.com
site: cepro-rj.blogspot.com