sexta-feira, 29 de outubro de 2010

ELEITOR(A) INDECISO(A): VOCÊ PODE SER DECISIVO(A).QUAL O CAMINHO A SER SEGUIDO?


As eleições gerais tomam conta do noticiário. Todos os diais, jornais, rádios e televisões tratam da matéria .

Um aspecto importante, diz respeito às pesquisas de opinião, apontando as tendências do eleitorado. Um dado que importa aos analistas é o relativo ao eleitorado chamado de “indeciso”.

São os eleitores que não tem opinião formada sobre em quem vão votar. Daí porque os indecisos serem importantes para os candidatos e seus “marqueteiros”. E fica a questão: como “conquistar” essa fatia do eleitorado. Ou , do ponto de vista do eleitor , como sair da indecisão?

De início, precisamos identificar os motivos pelos quais existem tantos indecisos.

Boa parte da população está “escaldada ” com os políticos , pois estes costumam prometer e não cumprir. Conseqüentemente não repetir os erros .

Outro motivo é a corrupção – que sempre existiu – mas que em períodos de “liberdades democráticas” aparece com mais facilidade. Aparece tanto, que algumas são “plantadas”.

Por último, mas não menos importante , temos uma razão cultural que envolve boa parte da população e até mesmo boa parte dos próprios políticos. Trata-se da falta de formação política. Política e não politicagem .

Tudo isso piorado com uma campanha subliminar de desvalorização de tudo que é político, de tudo que é relativo à dignidade da política.

No entanto, é desse estranhamento que o momento atual precisa...

Afinal, precisamos de mais mudanças que caminhem para o melhor para o país e conseqüentemente para o povo. Como reafirma o sociólogo Emir Sader precisamos colocar como agenda central o fato de que o Brasil se tornou menos injusto, menos desigual com o atual governo Lula e que é o caminho central a seguir.

Diante do risco de o Brasil andar para trás, não podemos descansar ou ficar inertes. Depois de ter conseguido promover crescimento econômico com distribuição de renda, incorporado à classe média mais de 31 milhões de pessoas, retirado da linha da pobreza mais de 24 milhões de brasileiros, gerado mais de 14 milhões de empregos com carteira assinada, criado 14 universidades federais, 214 escolas técnicas federais, aberto 700 mil novas vagas para bolsistas nas universidades privadas graças ao PROUNI, conquistado para o Brasil um espaço inédito no cenário internacional, a mudança que o Governo Lula começou no Brasil não pode parar. E para evitar a estagnação ou o retrocesso, só há um jeito: é garantir, no dia 31 próximo, a eleição de Dilma Rousseff.

Ficamos por aqui . Embora outros tantos motivos possam ser apresentados. Agora , é momento de reflexão, enquanto 31 de outubro não chega...

Especialmente, para você eleitor(a) ainda indeciso(a).

Você pode ser decisivo!


Profª Guilhermina Rocha
Especialista em Educação e Historiadora
Presidente do CEPRO


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

BIBLIOTECA NACIONAL COMEMORA 200 ANOS


Nesta sexta-feira, 29 de outubro, a Biblioteca Nacional do Brasil comemora seus 200 anos. Considerada pela Unesco uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, neste ano, a instituição comemora, também, o centenário de fundação do prédio, localizado na Cinelândia, Rio de Janeiro.

Hoje, sob sua guarda, somam-se mais de 9 milhões de obras. Centenas de pesquisadores, estudantes, turistas, passam diariamente pelo prédio, que funciona como sede da Fundação Biblioteca Nacional, instituição vinculada ao Ministério da Cultura.

O início do itinerário da Biblioteca está ligado a um dos mais decisivos momentos da história do país: a transferência de toda a família real e da corte portuguesa para o Rio de Janeiro, quando da invasão de Portugal pelas forças de Napoleão Bonaparte, em 1808.

O acervo trazido para o Brasil, de sessenta mil peças, entre livros, manuscritos, mapas, estampas, moedas e medalhas, foi inicialmente acomodado numa das salas do Hospital do Convento da Ordem Terceira do Carmo, na Rua Direita, hoje Rua Primeiro de Março. Em 29 de outubro de 1810, um decreto do Príncipe Regente determinou que o lugar acomodasse a Real Biblioteca e instrumentos de física e matemática. A data de 29 de outubro de 1810 é considerada oficialmente como a da fundação da Real Biblioteca que, no entanto, só foi franqueada ao público em 1814.

Quando, em 1821, a Família Real regressou a Portugal, D. João VI levou de volta grande parte dos manuscritos do acervo. Depois da Proclamação da Independência, a aquisição da Biblioteca Real pelo Brasil foi regulada, mediante a Convenção Adicional ao Tratado de Paz e Amizade celebrado entre o Brasil e Portugal, em 29 de agosto de 1825.

O prédio atual da FBN teve sua pedra fundamental lançada em 15 de agosto de 1905 e foi inaugurado cinco anos depois, em 29 de outubro de 1910. O prédio foi projetado pelo General Francisco Marcelino de Sousa Aguiar, e a construção foi dirigida pelos engenheiros Napoleão Muniz Freire e Alberto de Faria. As instalações do novo edifício correspondiam na época de sua inauguração a todas as exigências técnicas: pisos de vidro nos armazéns, armações e estantes de aço com capacidade para 400.000 volumes, amplos salões e tubos pneumáticos para transporte de livros dos armazéns para os salões de leitura. Essas instalações são eficientes e até hoje encontram-se em uso.


Exposição celebrará os 200 anos do acervo e 100 anos do prédio

A Biblioteca Nacional abre ao público, no dia 3 de novembro, a exposição Biblioteca Nacional 200 Anos: Uma Defesa do Infinito. Uma fantástica seleção de duzentas peças originais exibirá algumas das maiores preciosidades e curiosidades sob guarda da instituição. A curadoria é do escritor Marco Lucchesi.

A exposição exibe a história da Biblioteca, desde sua viagem para o Brasil, com a Corte Portuguesa, em 1808, até os dias de hoje, e faz um passeio sobre o acervo de livros, manuscritos, periódicos, pinturas, partituras musicais, entre outras peças ligadas ao acervo. Em destaque, a Bíblia de Mogúncia (1462), impressa por ex-sócios de Gutemberg, criador da imprensa; um Livro de Horas (livro de orações) da Idade Média, com pinturas a ouro; a primeira edição de Os Lusíadas, de Luís de Camões; A menina do narizinho arrebitado, de 1920, de Monteiro Lobato; peças que integram a Coleção Teresa Cristina Maria, doada à instituição por D. Pedro II; edições de periódicos como a revista Tico Tico e O Pasquim; manuscritos de Clarice Lispector, Raul Pompéia, Castro Alves, Graciliano Ramos e Carlos Drummond de Andrade; a ópera O Guarani (1871), de Carlos Gomes; mapas, entre tantas outras peças do acervo.

No terceiro andar da Biblioteca, uma exposição especial conta a história do edifício, fundado em 1910.

Fonte: Jornal do Brasil - http://www.jb.com.br/

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

terça-feira, 26 de outubro de 2010

PELA VALORIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO


Vivenciamos lutas, esperanças, desacertos, dores, conquistas, construções coletivas, propostas, dificuldades, desilusões, afetos e muito carinho! Tivemos sempre o objetivo de melhorar a vida. Melhorar a vida de nossa população e a vida principalmente de nossas crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Lutamos incansavelmente pela emancipação dos sujeitos!

Mais um dia do Professor se comemora – 15 de outubro - e com ele renovamos nossas expectativas reafirmando nossa intenção de trabalho, numa ação conjunta e múltipla, possibilitadora de diálogos e trocas. Através dos professores, funcionários, alunos e pais.

Compreendemos que a escola por sua vez, é um bem público, político e cultural, que deve dar voz às culturas e saberes silenciados. A escola é um espaço de poder, portanto, o poder dominante pode ser desocultado, ele nunca é total. Nela é possível construir coletivamente formas de existência, de práticas políticas e pedagógicas fundadas na horizontalidade, na autonomia, na participação e na democracia.

Destacamos a formação que deve ser pensada como processo inicial e continuado e definida como direito dos profissionais da educação e dever do Estado, garantindo as condições para esse processo formativo, principalmente, dentro de sua carga horária de trabalho conforme prevê a LDBEN.

Infelizmente, as políticas educacionais pouco avançaram no sentido da construção da educação classista, pública, inclusiva, gratuita, democrática e de qualidade social.

Consideramos que as produções teóricas contribuíram para nossas reflexões e ações. Nessa perspectiva foi, e continua sendo, levar aos sujeitos de nosso tempo as experiências e as reflexões teóricas que contribuíram a luta da humanidade, principalmente em nossa especificidade educacional.

Neste sentido, estar aberto ao debate, ao refazer, a repensar nossas práticas e nossas produções.

Sendo uma educadora progressista, minha posição é a favor da Escola que contribui para a formação humana num movimento permanente de re-reflexão sobre si mesma.

Por fim, insistimos numa afirmação - os desafios são muitos e nada melhor para se superar as dificuldades do que partir do discurso para a prática. Entendemos que este deve ser um compromisso de todos e todas.

Devemos lutar por um modelo de desenvolvimento que seja socialmente justo, com valores éticos e respeito à soberania dos povos.

Concluo re-afirmando que a mais perversa armadilha da alienação é acreditar que o mundo “sempre foi assim” e, portanto, “sempre será”.

Professora Guilhermina Rocha
Especialista em Educação e Historiadora.
Presidente do CEPRO

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

A SOCIEDADE MUNDIAL DA CEGUEIRA


O poeta Affonso Romano de Sant'Ana e o prêmio Nobel de literatura, o portugues José Saramago, fizeram da cegueira tema para críticas severas à sociedade atual, assentada sobre uma visão reducionista da realidade. Mostraram que há muitos presumidos videntes que são cegos e poucos cegos que são videntes.

Hoje propala-se pomposamente que vivemos sob a sociedade do conhecimento, uma espécie de nova era das luzes. Efetivamente assim é. Conhecemos cada vez mais sobre cada vez menos. O conhecimento especializado colonizou todas as áreas do saber. O saber de um ano é maior que todo saber acumulado dos últimos 40 mil anos. Se por um lado isso traz inegáveis benefícios, por outro, nos faz ignorantes sobre tantas dimensões, colocando-nos escamas sobre os olhos e assim impedindo-nos de ver a totalidade.

O que está em jogo hoje é a totalidade do destino humano e o futuro da biosfera. Objetivamente estamos pavimentando uma estrada que nos poderá conduzir ao abismo. Por que este fato brutal não está sendo visto pela maioria dos especialistas nem dos chefes de Estado nem da grande mídia que pretende projetar os cenários possíveis do futuro? Simplesmente porque, majoritariamente, se encontram enclausurados em seus saberes específicos nos quais são muito competentes mas que, por isso mesmo, se fazem cegos para os gritantes problemas globais.

Emblemática foi a COP-15 sobre as mudanças climáticas em Copenhague. Como a maioria na nossa cultura é refém do vezo da atomização dos saberes, o que predominou nos discursos dos chefes de Estado eram interesses parciais: taxas de carbono, níveis de aquecimento, cotas de investimento e outros dados parciais. A questão central era outra: que destino queremos para a totalidade que é a nossa Casa Comum? Que podemos fazer coletivamente para garantir as condições necessárias para Gaia continuar habitável por nós e por outros seres vivos?

Esses são problemas globais que transcendem nosso paradigma de conhecimento especializado. A vida não cabe numa fórmula, nem o cuidado numa equação de cálculo. Para captar esse todo precisa-se de uma leitura sistêmica junto com a razão cordial e compassiva, pois é esta razão que nos move à ação.

Temos que desenvolver urgentemente a capacidade de somar, de interagir, de religar, de repensar, de refazer o que foi desfeito e de inovar. Esse desafio se dirige a todos os especialistas para que se convençam de que a parte sem o todo não é parte. Da articulação de todos estes cacos de saber, redesenharemos o painel global da realidade a ser comprendida, amada e cuidada. Essa totalidade é o conteúdo principal da consciência planetária, esta sim, a era da luz maior que nos liberta da cegueira que nos aflige.


Leonardo Boff á autor de A nova era: a consciência planetária, Record (2007)


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

sábado, 23 de outubro de 2010

LIVRO DE HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA VENCE EM 1º LUGAR O MAIS IMPORTANTE PRÊMIO LITERÁRIO DO BRASIL

Entre os 21 livros que receberão o 52º Prêmio Jabuti, no dia 04 de novembro, em São Paulo, está “Uma História da Cultura Afro-brasileira”, dos autores Walter Fraga e Wlamyra R. de Albuquerque, que venceu em primeiro lugar, na categoria Didático e Paradidático. O livro aborda diversas referências sobre a história, a geografia e a cultura da África, sobre o tráfico de escravos e sobre suas condições de vida no Brasil. Em entrevista ao CORREIO NAGÔ, a Doutora em História Social pela Unicamp e professora adjunta da Universidade Estadual de Feira de Santana – BA, Wamyra R. de Albuquerque fala sobre a importância de ganhar o mais importante prêmio literário do Brasil e sobre o tipo de produção voltado para essa temática.


                                                       Wlamyra R. de Albuquerque


CN: Do que se trata o livro?

WA: O livro trata da cultura afro-brasileira numa perspectiva histórica. O que fizemos (o livro é co-autoria com Walter Fraga) foi escolher assuntos importantes da nossa história e, a partir de pesquisas de diversos autores, recontá-los enfatizando o papel decisivo que os povos africanos e descendentes tiveram na constituição da nossa cultura. Em “Uma História da cultura afro-brasileira” não tratamos as histórias destes povos como contribuições periféricas à cultura nacional, mas como forças dinâmicas que formaram os modos de viver no Brasil.


CN: Para você qual a importância de ganhar o mais importante prêmio literário do Brasil?

WA: Sobre a importância do prêmio devo dizer que ainda estou numa nuvem de surpresa e felicidade, porque nunca imaginei que esta temática pudesse nos render um prêmio. O Jabuti é o mais importante prêmio literário do país, portanto estamos entre perplexos e orgulhosos pelo livro. Passado o susto, começo a pensar na importância desta premiação para dar visibilidade ao esforço de tantos autores que pesquisam e publicam nesta área.


CN: Qual a importância deste tipo de produção, já que os professores ainda reclamam da falta de material pedagógico para cumprir a lei 10.639?

WA: Acho que para os professores este livro se soma ao empenho deles, tanto os da rede pública quanto da privada, em oferecer aos alunos conteúdos e abordagens mais antenadas com questões que ainda são difíceis de serem abordadas no espaço escolar. As discussões sobre raça e cultura nacional estão, e acho que continuarão a estar, em aberto na nossa sociedade, porque não fundamentais e sempre inacabadas. E é bom que seja assim. Um dos saldos positivos das políticas de inclusão racial foi o de tirar da sombra os debates sobre raça, identidades e culturas miscigenadas no Brasil. A gente espera que o livro ajude os professores a enfrentar estas questões com os seus alunos.


Fonte: Correio Nagô


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

SEMANA DA CRIANÇA DO CEPRO

O CEPRO – Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras – concluiu neste último dia 16, sábado, a partir das 10 horas, sua Semana da Criança, dentro do Projeto Cidadania em Debate: “Pela promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente”, com uma confraternização e recreação aberta à população do bairro Âncora e adjacências.



Participaram do evento, em parceria com o CEPRO, o Grupo de Animação de Festas Plic Ploc, sob a coordenação de Andréia Bueno e o Grupo de Voluntários constituído pelos funcionários da Petrobrás: Rafael Santana, Fabíola Belo e Sandra, entre outros.

Contamos também com a presença do parceiro e amigo, Renê Dutra, coordenador geral do Sindicato dos Servidores Municipais de Rio das Ostras (Sindserv-RO).

Como acontece nessas ocasiões, as crianças e adolescentes, principalmente as participantes dos projetos e ações do CEPRO, acorrem às dezenas para comemorar juntos mais um evento recheado de brincadeiras, jogos e divertimentos. Não faltaram as tradicionais guloseimas e muitos presentes, para alegria geral.

Nesta data, contamos também com a presença de avós, pais, responsáveis e visitantes que vieram prestigiar mais esta festa, agora em razão dos 20 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Dia da Criança – ocorrido em 12 de outubro.

O CEPRO pode contar ainda com a parceria dos comerciantes locais, que doaram parte dos presentes e alimentos para o lanche – com direito a delicioso bolo e muito refrigerante. Agradecemos, pública e nominalmente, aos seguintes colaboradores: Marquinhos, da Padaria Fidelense; Guilherme, do Mercado Ostramar; Rosa Confeiteira; e, Mercado Ideal.
Com esta atividade, damos por concluídos os trabalhos da Semana da Criança, que esperamos ter sido do agrado, uma vez que tudo transcorreu com muita alegria e harmonia.

A todos e a todas, mais uma vez, muito obrigado!

Diretoria do CEPRO


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ



quarta-feira, 20 de outubro de 2010

PROJETO DO CEPRO "CIDADANIA EM DEBATE"


No último dia 15, à tarde, o CEPRO – Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras – promoveu em sua sede, no bairro Âncora, a continuação das comemorações pelo Dia das Crianças.

Nesta ocasião, foi constituída uma mesa de debates com o objetivo de provocar a discussão e a reflexão sobre a defesa dos direitos humanos ou, mais especificamente, dos direitos das crianças e dos adolescentes.

E também para continuar celebrando os 20 anos de aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Nossa programação adotou a abordagem dos principais pontos do ECA, explicando o seu significado e importância frente aos desafios das famílias e do mundo atual.

Compuseram a mesa de debates quatro membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Rio das Ostras (CMDCA-RO): Eliara Fialho dos Santos, da Secretaria Municipal do Bem-Estar Social (SEMBES) e atual presidente do Conselho, Elizabeth Bousquet, da SEMBES; Guilhermina Rocha, do CEPRO e atual vice-presidente do Conselho; e Dulce Helena do Nascimento, do CEPRO.

Nas “Conversas compartilhadas: o que é Direito para você? 20 anos do ECA”, foram levantadas questões que tocam mais de perto as preocupações de pais e responsáveis no sentido de melhor proteger e orientar seus filhos que, na maioria, fazem parte dos projetos e das atividades desenvolvidas pelo CEPRO. As conversas contaram também com a participação atenta da garotada.

A diretoria do CEPRO vem a público expressar seu respeito e contentamento pela oportunidade de travar tão importante e urgente tema junto àquelas que, entre outros, tem sob uma responsabilidade garantir a defesa dos direitos do segmento infanto-juvenil da nossa sociedade riostrense. E, igualmente, às famílias e aos parceiros que apoiam nossas iniciativas.

Muito Obrigado.

Diretoria do CEPRO


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

domingo, 17 de outubro de 2010

A FESTA DAS CRIANÇAS DO CEPRO

Dando continuidade às comemorações pelo Dia das Crianças, o CEPRO – Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras – promoveu, para contentamento geral da garotada, no último dia 14, uma tarde de plena recreação na Casa de Festa “Mundo Mágico”, em Costa Azul.
Toda sorte de jogos e brincadeiras – sem falar nas guloseimas – deu vazão à energia e à alegria das crianças e dos adolescentes, que participam dos projetos e atividades cotidianas do CEPRO.
Para alguns, foi oportunidade única de curtir e aproveitar tanta variedade de divertimentos. Tanto que o tempo pareceu curto, deixando no ar um quê de saudade antecipada.
Para direção do CEPRO, que vem desenvolvendo nesta semana de 10 a 16 de outubro o evento: “Conversas e ações: Pela promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes”, é com muita satisfação e orgulho ver tanta receptividade por parte do nosso público infanto-juvenil e suas famílias.
Aproveitamos a oportunidade para agradecer, publicamente, aos responsáveis pela Casa de Festa “Mundo Mágico”: Sr Nilton (direção), Srª Ruth (gerência) e toda a equipe de apoio, por reconhecer nosso trabalho e pela cessão gratuita do espaço.



Até o próximo Dia das Crianças. Sempre juntos!

Diretoria do CEPRO


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

terça-feira, 12 de outubro de 2010

O CEPRO VAI À PRAÇA




Hoje, dia 12 de outubro, feriado nacional, é o dia em que comemoramos não apenas  o Dia da Criança, mas , também , o Dia Nacional da Leitura. Neste contexto, o CEPRO – Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras – comemorou a data levando o nosso Projeto de ContAção de Histórias à Praça José Pereira Câmara, praça central de Rio das Ostras.

Nossas crianças, muitas   integradas em nossos projetos, e seus familiares participaram juntamente com as famílias que passeavam pela praça central, que pouco a pouco se incorporaram à brincadeiras.

Cantigas de roda, teatro de marionetes, declamações de poemas populares, roda de leitura e uma animada ciranda fizeram com que a tarde do dia 12 de outubro ficasse na memória de todos que por lá passaram. Crianças, jovens, adultos e idosos participaram, aprendendo ou relembrando histórias, músicas de roda e brincadeiras populares.
O CEPRO vem nesta data, mais uma vez, resgatar a cultura brasileira e parabenizar a todas as crianças e seus familiares, além de valorizar o que se tem de mais caro para um povo, sua cultura viva.


Feliz Dia das Crianças!!

                                   FELIZ
                                     DIA
                           DAS CRIANÇAS

          EDUCAÇÃO, CIDADANIA E CULTURA

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.
Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.

Comunidade no Orkut:


ALMOÇO BENEFICENTE DO CEPRO, MAIS UM MOTIVO PARA ESTARMOS JUNTOS



No ultimo dia 10 de outubro, domingo, foi realizado no CEPRO – Centro Cultural de Educação Popular de Rio das Ostras – um almoço beneficente, quando “nossas” crianças trouxeram seus familiares para passar a tarde de domingo de maneira agradável e entre amigos.
                                    

Nosso amigo Tatá Costa e seu inseparável violão nos brindaram com um repertório que não deixou “ninguém parado”, agradando desde crianças a adultos, que participaram cantando, dançando e com palmas bem animadas.
                                         

“Um domingo em família e entre amigos”, essa foi a definição do último dia 10 de outubro. Nosso almoço beneficente foi , não apenas em prol da instituição, mas um bom pretexto para estarmos juntos novamente.

A diretoria e os amigos do CEPRO agradecem a todos e todas que prestigiaram nosso almoço beneficente e nos ajudam a tornar esse sonho em realidade.


CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ



quinta-feira, 7 de outubro de 2010

CEPRO: CONVITE SEMANA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, DE 10 A 16 DE OUTUBRO DE 2010.‏

            PRATIQUE UMA BOA AÇÃO! DIA DA CRIANÇA NO CEPRO


O CENTRO CULTURAL DE EDUCAÇÃO POPULAR DE RIO DAS OSTRAS – CEPRO – REALIZA A SEMANA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, DE 10 A 16 DE OUTUBRO DE 2010, CELEBRANDO O EVENTO: “CONVERSAS E AÇÕES - PELA PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES”. PARA ESTA JORNADA, PARTIMOS DO PROJETO CIDADANIA EM DEBATE, QUE TEM COMO OBJETIVO PROMOVER DISCUSSÕES E REFLEXÕES SOBRE A DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS.

E PARA CONTINUAR CELEBRANDO OS 20 ANOS DO ESTATUTO DA CRIANÇA E ADOLESCENTE (ECA), NOSSA PROGRAMAÇÃO SERÁ CIDADÃ E LÚDICA, COM UMA ABORDAGEM POLÍTICO-SOCIAL, POR AMOSTRAGEM, DOS PRINCIPAIS PONTOS DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. EXPLICAR O SIGNIFICADO DO ESTATUTO E SUA IMPORTÂNCIA FRENTE AO MUNDO ATUAL SERÁ, PARA NÓS, UM GOSTOSO DESAFIO, CHEIO DE ALTERNATIVAS, DO JEITO QUE AS CRIANÇAS E OS ADOLESCENTES GOSTAM.

CONTAREMOS COM A PARTICIPAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E ADOLESCENTE E O CONSELHO TUTELAR.

PROMOVEREMOS O RESGATE DA CULTURA FAMILIAR, ATRAVÉS DO LEVANTAMENTO DE BRINCADEIRAS ANTIGAS, AQUELAS DA ÉPOCA DOS NOSSOS AVÓS, SERÁ O RECHEIO QUE TORNARÁ NOSSAS ATIVIDADES MUITO MAIS PRAZEROSAS.

ESTAREMOS VOLTADOS NESSA SEMANA PARA A VALORIZAÇÃO DA LEITURA COMEMORANDO O DIA NACIONAL DA LEITURA, NA NOSSA QUERIDA BIBLIOTECA POPULAR PATATIVA DO ASSARÉ. CONTAR HISTÓRIAS É NOSSO OFÍCIO E A OFICINA DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS TERÁ SUSPRESAS, SURPRESINHAS E SURPRESONAS, DAQUELAS DE ARREPIAR. É SÓ AGUARDAR!!!

DESEJAMOS A TODAS AS FAMÍLIAS UMA SEMANA DE MUITA CONFRATERNIZAÇÃO, COM O INTUITO DE OPORTUNIZAR MOMENTOS DE INTENSA HARMONIA E PRAZER.


FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

Rio das Ostras, outubro de 2010.


PROGRAMAÇÃO DAS ATIVIDADES

Dia : 10/10/2010 ( domingo)
Almoço Beneficente: Arrecadação para a Festa do Dia das Crianças , 13 horas - na Sede do CEPRO.

Dia :12/10/2010 (3ªf)
Dia da Criança e Dia Nacional da Leitura - Atividades: Biblioteca Popular Patativa do Assaré e a Oficina ContAção de História - 15h, na Praça José Pereira Câmara , Centro.

Dia 13/10/2010 ( 4ªf )
BRINQUEDOTECA : Resgatando Brincadeiras e Brinquedos Culturais - 9h e 14h , na sede do CEPRO.

Dia 14/10/2010(5ªf)
Recreação - Casa de Festa Mundo Mágico - das 14h às 17h, Costa Azul

Dia: 15/10/2010 ( 6ª feira)
Conversas Compartilhadas - O que é Direito para você? 20 anos do ECA - 15h , sede do CEPRO.
 Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Rio das Ostras
 Representante do Conselho Tutelar de Rio das Ostras

Dia: 16/10/2010 ( Sábado)
Confraternização - Recreação Aberta - Grupo de Voluntários (Funcionários da Petrobrás)- 10h às 13h , em frente a sede do CEPRO

“Pela Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes”

DIRETORIA DO CEPRO

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.
Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436

Comunidade no Orkut:





quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O CEPRO INDICA: ENCONTRO ESTADUAL - COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA



Dia:07/10/2010
Local: Av Presidente Antônio Carlos, nº 251 - 12º andar,  Ministério do Trabalho - SRTE/RJ

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.
Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ

O CEPRO CONVIDA PARA O ALMOÇO BENEFICENTE NESTE DOMINGO 10 DE OUTUBRO

                                                                           

CEPRO – Um Projeto de Cidadania, Educação e Cultura em Rio das Ostras.

Avenida das Flores, n° 394 - Bairro Residencial Praia Âncora
Rio das Ostras
Tel.: (22) 2760-6238 e Cel.:(22)9966-9436
E-mail: cepro.rj@gmail.com
Blog: http://cepro-rj.blogspot.com/

Comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=55263085
Twitter: http://www.twitter.com/CEPRO_RJ